24-09-2021 

NOITE EUROPEIA DOS INVESTIGADORES 2021

No passado dia 24 de setembro de 2021, a equipa do projeto FCT-REMIRucula "Caracterização da resistência ao míldio na cultura da rúcula" (ref. PTDC/ASP-PLA/28963/2017) do INIAV (Oeiras) participou na Noite Europeia dos Investigadores 2021 (NEI 2021) que decorreu entre as 16h e as 22h na Marina de Oeiras (Oeiras), com organização do ITQB/NOVA e da Camara Municipal de Oeiras.

Este evento, que se realiza desde 2005, é financiado pela Comissão Europeia e pretende divulgar e celebrar a Ciência de modo a aproximar a Comunidade Científica da Sociedade.

A atividade apresentada sob o tema "O cultivo da rúcula em Portugal e a problemática do controlo da doença do míldio" teve como objetivo familiarizar o consumidor e o público em geral para a cultura da rúcula, incluindo os hábitos de crescimento, e alertar a população, em especial os produtores, para a doença de míldio, problema emergente em Portugal face às alterações climáticas.

A rúcula é uma hortícola de folhas da família das brássicas, com grande expansão em Portugal, e impacto económico crescente a nível mundial. Faz parte da dieta Mediterrânica sendo consumida em fresco. É muito apreciada pelas suas características organoléticas, contendo elevado teor de glucosinolatos que são benéficos para a saúde. No entanto, o sucesso da produção de rúcula pode ser comprometida devido à infeção com o míldio, causado pelo oomiceta Hyaloperonospora sp..

No projeto REMIRucula avalia-se a resistência de diferentes genótipos de rúcula à doença, e caracteriza-se o DNA da cultura e do oomiceta.

 remia2      remia1

Mostra da atividade sobre a rúcula, no âmbito do projeto REMIRucula (ref. PTDC/ASP-PLA/28963/2017), que decorreu na Marina de Oeiras (Oeiras), inserida na Noite Europeia dos Investigadores 2021.

 


 

18-11-2019

No dia 18 de novembro de 2019, em Oeiras, pelas 16.00h, as investigadoras do INIAV do projeto FCT-REMIRucula, Paula Coelho, Paula Scotti e Corina Carranca reuniram-se com o responsável pela área de melhoramento da empresa italiana ISI Sementi s.p.a. (https://www.isisementi.com) Massimiliano Beretta e duas colaboradoras da empresa. Esta empresa sediada em Parma (Itália) dedica-se ao comércio de sementes hortícolas e forneceu amostras de semente de rúcula para serem estudadas no âmbito do projeto.

Na reunião trocaram-se conhecimentos sobre a cultura da rúcula com grande tradição em Itália, destacando-se o problema do míldio. Realizou-se uma visita aos ensaios que estão a decorrer no Complexo de Estufas do INIAV e nas câmaras com ambiente controlado. Este encontro foi também uma oportunidade para discutir alguns resultados obtidos no 1º ano de projeto. Foi abordado o estabelecimento de futuras colaborações com um convite realizado ao grupo do INIAV para visitar a empresa italiana e a vinda de um elemento da equipa da ISI SEMENTI s.p.a. para realizar um estágio no INIAV na área da resistência ao míldio.

Nessa manhã, o grupo da empresa ISI Sementi s.p.a. tinha estado reunido na Universidade do Algarve com o professor José Leitão para conhecerem os trabalhos que estão a ser desenvolvidos na área de genética molecular.

 


 

27-09-2019

NEInvestig3

NEInvestig4

Mostra da atividade sobre a rúcula no âmbito do projeto REMIRUCULA (ref. PTDC/ASP-PLA/28963/2017).

No passado dia 27 de setembro, a equipa do INIAV (Oeiras) do projeto FCT-REMIRUCULA "Caracterização da resistência ao míldio na cultura da rúcula" (ref. PTDC/ASP-PLA/28963/2017) participou na Noite Europeia dos Investigadores (NEI 2019) que teve lugar no Museu Nacional de História Natural e da Ciência (MUHNAC-UL), Príncipe Real, Lisboa, entre as 18 e as 24h. Este evento, que se realiza desde 2005, é financiado pela Comissão Europeia e pretende divulgar a Ciência de modo a aproximar a Comunidade Científica da Sociedade.

A rúcula é uma hortícola de folha da família das Brassicáceas que integra a dieta Mediterrânica e que nos últimos anos tem ganho grande relevância económica a nível nacional e internacional. A atividade apresentada sob o tema "A importância da rúcula na dieta mediterrânica" teve como objetivo familiarizar o público em geral para a cultura da rúcula, incluindo os hábitos de crescimento, e alertar a população para a doença de míldio, um dos principais constrangimentos à sua produção. Foram distribuiu folhetos de divulgação e vários autocolantes às crianças com o logotipo do projeto.

 


 

03-05-2019

 Membros da equipa do projeto que participaram no kickoff meeting.

No dia 3 de maio, na sede do INIAV em Oeiras, realizou-se a 1ª Reunião do projeto REMIRUCULA financiado pela FCT (PTDC/ASP-PLA/28963/2017). A investigadora responsável pelo projeto Paula Coelho deu as boas vindas e toda a equipa e foi feita uma apresentação geral das diferentes atividades a desenvolver ao longo dos 3 anos de projeto.

 


Imprimir