Participação do Grupo de Trabalho +Coelho na Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética, Oeiras, 28 a 29 de junho.

Participação do Grupo de Trabalho +Coelho na Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética, Oeiras, 28 a 29 de junho.

Notícias Acessos: 283

Informações das atividades do GT +Coelho 

download 

O Grupo de Trabalho +Coelho marcou presença no evento “Wildlife & Game Management Innovation Summit”, que se realizou de 28 e 29 de junho de 2019 no INIAV, I.P., em Oeiras, através de várias apresentações orais e em painéis temáticos, que incidiram sobre diferentes medidas do Projeto +Coelho. Paulo Célio Alves (CIBIO), proferiu uma sessão plenária, sobre a preservação do património genético das espécies cinegéticas, como garantia de sustentabilidade e certificação de qualidade, dedicada à sensibilização da importância da preservação da pureza das espécies cinegéticas autóctones, como enfase para a subespécie Oryctolagus cuniculus algirus. Pedro Monterroso (CIBIO), falou sobre a importância da monitorização populacional de espécies cinegéticas, uma prática essencial para uma exploração sustentável, e que foi aplicada a várias zonas de caça no âmbito do Projeto +Coelho 1 e será continuada e alargada no Projeto +Coelho 2. Informações das atividades do GT +Coelho |Número 71 30 junho 2019 Participação do Grupo de Trabalho +Coelho na Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética, Oeiras, 28 a 29 de junho. 2 Margarida Duarte (INIAV), proferiu uma apresentação sobre a importância do diagnóstico laboratorial no controlo das doenças e no apoio à gestão cinegética, dando como exemplo o projeto +Coelho. João Carvalho (ANPC), falou sobre o exemplo do Projeto SELECTPREDADORES, que permitiu avaliar novos métodos seletivos para a correção de densidades de predadores em Portugal. Esta é uma medida prevista no Projecto +Coelho 2. António Roldão (iBET), divulgou a experiencia do Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica na produção de vacinas para aplicação em saúde animal. O desenvolvimento de uma vacina oral para imunização de coelhos-bravos contra a Doença Hemorrágica Viral dos Coelhos (RHDV2) é uma das medidas do Plano de Ação, que tem vindo a ser operacionalizado pelos Projetos +Coelho Carina Carvalho (INIAV) apresentou, em painel temático, uma avaliação atual in silico, da aptidão e adequabilidade do método molecular utilizado no diagnóstico de RHDV2, desenvolvido em 2014 e publicado no ano seguinte (Duarte et al, Participação do Grupo de Trabalho +Coelho na Cimeira da Fauna e Gestão Cinegética, Oeiras, 28 a 29 de junho. 3 2015). Este estudo foi realizado no âmbito do projeto Figth 2 – desenvolvimento de vacina edível para o controlo da DHC no coelho-bravo (PTDC/CVTCVT/29062/2017-PT2020). Fábio Abade dos Santos (INIAV) apresentou um painel alusivo a um método de amostragem de coelho-bravo sob sedação, desenvolvido no âmbito do Projeto +Coelho, e cuja descrição detalhada estará disponível brevemente numa revista internacional. As páginas do livro de resumos desta Cimeira relativos a estas sete apresentações, são apresentados abaixo. Esta cimeira foi dedicada aos setores cinegético, florestal e agrícola, e preveligiou a partilha, divulgação e disseminação de experiências, conhecimentos e resultados de projetos de investigação nacionais e europeus com impacto em fauna silvestre, exploração de espécies cinegéticas, gestão cinegética, caça e biodiversidade. A Cimeira Wildlife & Game Management Innovation foi organizada pelo Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade, e decorreu na Sede do INIAV.

Imprimir

Related Articles