O principal problema em estudo no projeto REMIRUCULA é a elevada suscetibilidade ao míldio das variedades de rúcula selvagem (Diplotaxis tenuifolia) atualmente cultivadas, responsável por perdas importantes de produção e que afeta diretamente o rendimento dos produtores. O projeto tem como objetivo contribuir para uma maior sustentabilidade da produção de rúcula selvagem resistente ao míldio, garantindo alimentos mais seguros e saudáveis e a proteção ambiental.

O projeto promove igualmente o conhecimento, a prospeção e a valorização dos recursos genéticos vegetais, com uma forte componente de investigação e inovação, designadamente a caracterização genómica e bioquímica da interação D. tenuifoliaHyaloperonospora sp., a identificação de genótipos de rúcula resistentes e parcialmente resistentes ao míldio, e a melhoria das tecnologias de produção.


Imprimir